Terça-feira, 9 de Novembro de 2010

Estou farto dos ignorantes

Estou farto dos incoerentes

Estou farto dos que se acham importantes

Estou farto dos que mentem com todos os dentes

 

Estou farto do dia mau

Estou farto do dia bom

Estou farto de todos os dias

 

Estou farto de tanto sonhar

Estou farto de nada alcançar

Estou farto de planear

Estou farto de nada realizar

 

Estou farto da mentira

Estou farto da verdade

Estou farto de quem tanto me tira

Estou farto da realidade

 

Estou farto de tudo…

 

De aqueles que nada são

E tudo pensam ser

De aqueles que nada dão

E tudo querem receber

 

Estou farto de chegar atrasado

Estou farto de chegar cedo

Estou farto de ser arrasado

Estou farto do enredo

 

Estou farto…

 

Estou farto de estar tão farto de tudo

Estou farto de manter mudo

Estou farto de todas as palavras de veludo

Estou farto de ser carrancudo

 

Estou farto… estou farto

 

Mas que fazer?

Mas como mudar?

Estou farto de perguntar…



publicado por pseudo-poeta às 01:56 | link do post | comentar

mais sobre mim
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

HOJE É UM BOM DIA PARA ES...

O PÂNTANO

O MELHOR DE DOIS MALES

DESCULPEM A SINCERIDADE…

A SOMA DE TANTOS ZEROS

DE DIFÍCIL COMPREENSÃO

TRANSPLANTE CEREBRAL

CASTELOS DEVOLUTOS

O FUMO DAS CHAMINÉS

TRINDADE

A MINHA CABEÇA VS A PARED...

SOFÁ-CELA

BANALIDADE

PORTUGAL 1143-2012

IMPERFEIÇÕES

RESPIRAÇÃO ARTIFICIAL

MÁSCARAS

INSIGNIFICANTE

A CULPA É DA CANETA

OBLATA

SE É ESTE O FADO, QUE POS...

TENTATIVA DE ANIQUILAÇÃO

FICAMOS SÓS

POEMA AO NADA

MORTE AOS ARTISTAS

OBJECTOS INANIMADOS

IMPOSSIBILIDADE UNIVERSAL

GANG-BANG (POEMA ECOLÓGIC...

DESMORONAMENTO

BESTA

O PALHAÇO

FALSO IDEAL

FAZ FRIO

OS OUTROS

ALMENDRA REVISITADA

POBRES MORTAIS

TENHO MEDO DE MIM

NARCÓTICO

CABISBAIXO

ANTES FOSSE UM PESADELO

INEVITAVELMENTE

1\4 DE 0

BASTA

THÁNATOS

COLISÃO FRONTAL

VEIO Á NOITE

QUE RUMO?

A IMPERATRIZ

UM DIA DEPOIS DE ONTEM

OBSERVANDO O PASSADO, O P...

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

blogs SAPO
subscrever feeds